domingo, 14 de novembro de 2010

Teixoso - GDVS

TEIXOSO E SERNACHE EMPATAM A ZERO
No Teixoso a equipa da casa entrou muito forte, remetendo o Sernache ao seu meio campo, durante os primeiros dez minutos, embora não tenha criado uma situação de golo eminente, depois a formação comandada por António Joaquim começou a esticar o seu futebol, a ocupar melhor os espaços e equilibrou a contenda, acabando a primeira parte por cima do seu adversário. Neste primeiro período houve três boas oportunidades, uma para o Teixoso, desperdiçada por Caniço aos 10’ e duas para o Sernache, ambas desperdiçadas por Rabaã, aos 21 e 45 minutos.
Na segunda parte a equipa do Vitória entrou melhor na partida, criou, nos três primeiros minutos, duas boas situação, de novo desperdiçadas por Rabaã e o Teixoso só respondeu aos 58’ num cruzamento de Ângelo que Caniço não conseguiu concretizar, depois o jogo passou a ser muito trapalhão, mal jogado pelas duas equipas, mas mesmo jogando mal o Sernache foi criando algumas situações de perigo, aproveitando o espaço que a defensiva da casa lhes dava. David, por duas vezes, ficou isolado na cara Micael, desperdiçando as duas ocasiões, Santolini com um remate em zona frontal levou a bola a passar ao lado da baliza do Teixosense.
O jogo ganhou muita emoção nos últimos 10 minutos. Os dois conjuntos criaram oportunidades mais do que suficientes para que a partida não tivesse terminado a zero, no entanto, na hora de rematar à baliza as coisas ficaram sempre muito complicadas. Aos 81 minutos o Teixosense teve uma perdida incrível. Dário perdeu a posse de bola, depois escorregou e ficaram na cara de Pepe o Hélder Morais e o Caniço. O Hélder rematou, o Pepe defendeu para a frente e Caniço, sem ninguém na baliza rematou por cima, depois a perdida foi na baliza oposta com David a fazer a jogada, Santolini rematou e sobre a linha de baliza um defesa do Teixoso, com um pontapé acrobático evitou o golo, na recarga M’Passo ofereceu a bola ao guardião, no minuto seguinte de novo grande perdida do Teixoso com os mesmo protagonistas a falharem com a baliza completamente escancarada e sobre o minuto 90 nova grande perdida para o Sernache, com Santolini e Rabaã na jogada.
A haver um vencedor esse vencedor podia perfeitamente ter sido o Vitória de Sernache, no entanto pelo que o Teixoso fez e pelas oportunidades perdidas o empate acaba por ser um resultado aceitável, embora esse empate pudesse ter sido com golos.
O jogo foi de uma grande correcção entre todos os intervenientes, por isso foi de todo desnecessário o desaguisado que se verificou no final do encontro e que acabou com a GNR a ter que identificar os dois jogadores envolvidos, Hélder Morais do Teixoso e o guarda-redes suplente do Sernache, J. Luís.
Boa arbitragem de Luís Maximo
José Joaquim Ribeiro in RCB
Loading...